Zine Pasárgada
foi um Fanzine cultural e educacional que se propôs divulgar os mais diversos tipos de expressões artísticas e os mais variados assuntos.

O jornal Pasárgada teve 3 edições impressas e distribuídas na cidade de Piracicaba/SP e está guardado, junto com outras idéias, no limbo da falta de tempo e dinheiro.

O blog retomou a proposta do Zine e abriu espaço para diversidade de idéias e de expressões.

Hoje o blog acompanha o jornal e as atividades estão encerradas.

Foi uma grande satisfação ser um dos amigos do Rei.

Fábio

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Favela


Amigos do Rei!
Hoje vou dar uma de cineasta brasileiro e falar sobre a favela.

Ela está presente em todas as cidades brasileiras. Normalmente neste lugar, a cada 10 casas, 5 são botecos, 3 são igrejas evangélicas e 2 são boca de fumo.

No fim de semana, os carros com os porta-malas aberto tocam o funk proibidão e as piriguetis em volta, dançam com a mão no joelho balançando a bunda com a roupa mais apertada possível.

É uma terra sem lei, onde anda-se de moto sem capacete e sem habilitação. Por falar em lei, lá a polícia não precisam de mandato para invadir sua casa e você não precisa ser ladrão para ser preso, pois o flagrante é forjado. Desigualdade no Brasil tem cor. o cotidiano da favela é difícil, mas se você tem a pele negra as coisas podem piorar.

Mas se até no lixão nasce flor, porque lá seria diferente? É na “saudosa maloca”, o berço do samba, idolatrado pelos sambistas e esquecido pelos políticos brasileiros, que a revolução começa surgir. No dia 21 de maio deste ano inaugurou no Parque Santo Antônio (extremo sul da Z/S de São Paulo) a “Biblioteca Para Todos”. Trata-se te uma iniciativa não governamental (claro) de incentivo a leitura e promoção da cultura. Confira aqui a reportagem.

Os autores do livro “Cabeça de Porco” (Luiz Eduardo Soares, MV Bill e Celso Athayde) se diferenciaram dos demais escritores que abordaram esse o assunto porque não romantizaram o bandido. Eles realizaram uma pesquisa em diversos estados brasileiros sobre os jovens na vida do crime e suas razões. O livro traz também um conjunto de pesquisas e registros etnográficos sobre juventude, violência e polícia.

Se você tem um Kindle e leu esse post até aqui, parabéns!!! Clique aqui e baixe o livro sem pagar um centavo (aliás, acho que vou falar sobre direitos autorais no próximo post). Mas se você não tem o Kindle, paciência, a tendência é o preço cair com o tempo. Se conseguir, leia na tela do seu PC mesmo, mas neste caso, recomendo o papel.

Sou o @bibliotecariosp e estou aqui para abrir as portas da biblioteca do Zine Pasárgada toda sexta-feira!

Boa leitura!

2 comentários:

Fábio disse...

Segundo post com a mesma qualidade do primeiro! Obrigado Rodrigão!

Matou a pau!

=)

Rodrigo Almeida disse...

Valeu meu querido!

O Zine tá bacana! Me dá orgulho em divulgar!