Zine Pasárgada
foi um Fanzine cultural e educacional que se propôs divulgar os mais diversos tipos de expressões artísticas e os mais variados assuntos.

O jornal Pasárgada teve 3 edições impressas e distribuídas na cidade de Piracicaba/SP e está guardado, junto com outras idéias, no limbo da falta de tempo e dinheiro.

O blog retomou a proposta do Zine e abriu espaço para diversidade de idéias e de expressões.

Hoje o blog acompanha o jornal e as atividades estão encerradas.

Foi uma grande satisfação ser um dos amigos do Rei.

Fábio

terça-feira, 10 de maio de 2011

Mary and Max

Ela tinha oito anos, um sinal na testa e um galo como melhor amigo. Ele, quarentão, acima do peso e um amigo imaginário como companhia. Mary and Max.

Definitivamente um filme lindo, repleto de sensibilidade e de uma ironia pura misturada a um humor de traços tristes. Mary and Max entrou para minha lista de produções que eu precisaria ver novamente para me encantar mais uma vez (é, já assisti quatro vezes...). Uma animação tão humana e tão real que encantaria até o mais insensível dos seres. Muitos aplausos para Adam Elliot, que baseado em fatos de sua própria vida, dirigiu uma história de amizade entre uma garotinha australiana e um senhor americano. Uma relação escrita, de palavras, dúvidas, confiança, sentimentos. O longa é todo ele uma mistura dos opostos, sua essência é juntar o riso ao choro, a dura realidade a fantasia sonhada e o belo ao feio, que juntos se tornam na normalidade tão questionada.

E se passamos a observar a vida, Elliot nos cutuca para vivê-la da melhor forma e sem reclamar muito das nossas pequenas coisas, porque, sim, existe a dor e sem ela não existiria a felicidade.

Deixo aqui a entrevista com o diretor, Elliot explicará melhor do que eu esse filme encantador.

E só um gostinho do filme através de seu trailer.


Méle Dornelas

Escreve para Escrivaninha, Sala de Cinema e Conversa de Botequim

2 comentários:

Fábio disse...

Ótimo texto Méle! =)

Bacana o trailer e a entrevista com o diretor tbm!

Maria Fernanda disse...

pode-se dizer que há animações, hoje, muito melhores que filmes.
ótima dica =)