Zine Pasárgada
foi um Fanzine cultural e educacional que se propôs divulgar os mais diversos tipos de expressões artísticas e os mais variados assuntos.

O jornal Pasárgada teve 3 edições impressas e distribuídas na cidade de Piracicaba/SP e está guardado, junto com outras idéias, no limbo da falta de tempo e dinheiro.

O blog retomou a proposta do Zine e abriu espaço para diversidade de idéias e de expressões.

Hoje o blog acompanha o jornal e as atividades estão encerradas.

Foi uma grande satisfação ser um dos amigos do Rei.

Fábio

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sobre o retorno de saturno

Olá queridos.
Demorei para escrever de novo, não?
Andei trabalhando demais, sem muito fôlego para reflexões (uma das grandes estratégias do capitalismo, não?)

Queria contar pra vocês que na semana passada fiz 28 anos.

- Meu Deus, sabe, assim, o medo de ficar velha? 

Dizem os astrólogos que os 28 anos é uma idade de extrema importância para a vida de uma pessoa.É, neste momento, que o planeta saturno completa um volta inteira no zodíaco e retorna ao ponto inicial do mapa astral na ocasião do nascimento.
Trata-se do temível "Retorno de Saturno"
O saturno retorna e as cobranças por mudanças internas profundas se renovam e se intensificam: "não é mais um tempo de ilusões e sim de definições"
***

Pensando em tudo que vivi nos últimos dois anos (fim do mestrado, fim de noivado, emprego novo, desafios novos e, por aí, vai...) resolvi  que queria comemorar meu aniversário em casa! Seria uma jeito "amigável" de dar boas vindas a Saturno.
Chamei amigos próximos: 15 confirmaram.

Fiquei feliz. Na minha cabeça, este dia de comemoração seria assim:

- Sabe, assim, todo mundo bebendo e ficando alegre?

Mas, na hora "H", pouquíssimas pessoas vieram.
Estava chovendo horrores em São Paulo.
A festa ficou por conta das pessoas da minha família que estavam presentes e alguns poucos amigos. 
O meu maior pesar, neste dia, foi não contar com a presença das minhas avós. Elas deixaram de vir, pois julgaram que seriam inconvenientes em meio a tantos jovens que estariam na festa.
(mas que não estavam)

Se eu pudesse materializar a sensação que tive em relação a tudo isso, seria esta:

Meio looser, né? Mas tudo bem.
Aceitar a vida é aceitar essas ocasiões também, incluindo a frustração e tristeza.

***

Sobre amizades, 28 anos e ser maduro:

Pensei muito se ia postar essa história.
A vida, hoje em dia, nos obriga a ser feliz, alegre e desejantes a qualquer custo, não?
E, se de repente, a gente precisar dizer que há tristeza e frustração também? Por que não?

Sei que este post mais parece uma história chata de uma página de diário. Mas resolvi escrevê-lo por que há muitos elementos que me fez pensar um bocado.

O primeiro deles é em relação à internet: 
Muitas das  pessoas mandaram mensagens se desculpando e explicando a ausência. Algumas mensagens por facebook e outras por celular: apenas uma pessoa ligou e ouviu a minha voz.
Hoje fica muito mais fácil  não nos responsabilizarmos pelo outro, quando se tem a vida do outro totalmente disponível em tempo real para conhecermos, mas não para estarmos junto.
Uma mensagem sempre basta e justifica tudo.
Honestamente, eu faço isso o tempo todo e está na hora de eu também estar com as pessoas de verdade, para além das relações frágeis que oscilam entre mensagens curtas e "curtir".

O segundo é em relação à maturidade: 
Eu entendi cada justificativa que me deram. Não fiquei com raiva, nem quis terminar a relação de amizade com ninguém. Só falei com toda-sinceridade-do-mundo tudo que senti.
Inclusive, já, em muitas ocasiões, deixei de vê-los por julgar ter coisas mais importantes para fazer. 
Alguns, até mesmo, deixei de conversar com frequência nas épocas em que estava namorando: o grande e velho erro dos amantes (deixar de lado as relações de amizade).

O terceiro e mais importante: sempre convidarei minha família antes de qualquer pessoa para uma futura festa. Com eles, tenho a certeza que sempre que me faltar carinho, haverá o ninho.

Pode vir Saturno, tô preparada.

4 comentários:

Rodrigo Almeida disse...

Boa Camila! Tenho 28 anos e realmente, ao retornar em saturno nos cobramos de forma mais lúcida, eu acho.

Camila disse...

É querido, vamos ver... e o meu retorno só começou!
Bjs!

Tabuh Paz disse...

Sabe o que Saturno está me cobrando, ao encerrar esse ciclo? Um filho... (tenso)

Lucia Guimaraes disse...

Olá Camila!!

Você não sebe o que é estar presionada a mudanças!!! Imagine Eu Libriana com Saturno 3 anos exigindo mudanças? Ufa!!! que bom que terminou achei que nunca sairia desse sufoco!!! Mais é assim mesmo!!
Mudanças!! Vai com Deus Saturno pra casa de Escorpião! e muito obrigada!!