Zine Pasárgada
foi um Fanzine cultural e educacional que se propôs divulgar os mais diversos tipos de expressões artísticas e os mais variados assuntos.

O jornal Pasárgada teve 3 edições impressas e distribuídas na cidade de Piracicaba/SP e está guardado, junto com outras idéias, no limbo da falta de tempo e dinheiro.

O blog retomou a proposta do Zine e abriu espaço para diversidade de idéias e de expressões.

Hoje o blog acompanha o jornal e as atividades estão encerradas.

Foi uma grande satisfação ser um dos amigos do Rei.

Fábio

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Passou...



"Vai passar nessa avenida um samba popular..."

Já dizia o grande Chico...
e passou!

A guerra das eleições teve um trégua. Os fronts foram esvaziados e os soldados dispensados. Alguns, cabisbaixos, ainda tentam entender o que passou. Procuram respostas e culpados. Outros, estão apenas satisfeitos e felizes pela batalha vitoriosa.

Sim, foi uma verdadeira guerra! Dessa vez foi.
Mas passou...


E depois que passou, a poeira baixou, o sangue esfriou e o samba voltou.

Eu tinha tanto pra falar!
Queria dizer sobre os absurdos de uma igreja católica, falida e desmoralizada em sua "missão", que foi ignorada (nem o apelo do santo pontífice foi ouvido!) e assumiu que, desde a camisinha, já não manda em mais ninguém nas terras da Santa Cruz!

Queria falar (novamente) sobre bolinhas de papel, rolos de fita, sobre raiva, sobre guerra, sobre ódio... percebi que de tanto odiar o ódio, estava eu odiando e servindo ao ódio! Mas que ódio que dá desses que odeiam tanto, não é?
Enfim...

Queria falar da vitória de um povo sofrido que percebeu que não precisa mais sofrer tanto...

Queria falar de um Nordeste forte e representativo, que NÃO votou em artistas em fim de carreira nem em jogadores aposentados... e que se fez valer em suas vontades!

Queria falar de um Sudeste que ainda se diz superior, mas elegeu um palhaço profissional e mais um grupo grande de palhaços amadores... Elegeu "heróis" do futebol e que deixaram de fora heróis da democracia.

Queria falar de mais uma eleição que, por ameaçar poderosos que se sentiam acuados por 8 anos de POVO, criaram uma guerra! Guerra Santa, ideológica, preconceituosa, suja... Pois existem guerras limpas? Não, não existem.

Mas, passou...

E então, falei e falei... mas não vou falar de nada (mesmo falando de tudo).

Só vou continuar tranquilo e vigilante.

E o Brasil, esse vai seguir mudando!

.
e é de novo uma enorme satisfação!

=D

4 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fábio disse...

Responderia cada linha se não fosse apenas um covarde que nem assina o que diz! Diz de boca cheia... cheia de medo.

um abraço.

Louan Brasileiro disse...

Eita preula! Falou bonito demais aí.
Falou por todos os cidadãos que estavam observando do mesmo ângulo.
Acrescento ainda, a ação da imprensa, que nós já sabemos como é. O PIG mais uma vez sefu. Eu acredito naquela frase: A revolução não será televisionada.

Miúda disse...

Cara, to lendo os posts antigos pra tentar pegar um pouco "o jeito da coisa". Mas esse me fez lembrar de algumas situações que passei enquanto morei no sul. Eu estava lá durante as eleições, não quis me envolver em nenhum tipo de campanha, pq não iria votar, não transferi o meu titulo, e enfim... Não votei. Mas sou nordestina, e tive de ouvir MUITA merda, pq o "meu povo" fez uma escolha, que para o povo do sul não era a certa, daí eu ouví coisas do tipo "Por que o teu povo fez isso?! É um bando de ignorante mesmo né?! Se iludir com qualquer proposta! Não é atoa que depois que passam fome lá descem pra procurar emprego e encher as favelas." Infelizmente eu ouvi calada, pq eu estava só. Mas de repente foi muito melhor eu não ter me trocado com esse tipo de gente...

Gostei muito desse texto. Eu tb sou assim, não falo de nada falando um pouco de tudo.

Até mais. o/